Dicas Gerais Edimburgo Escócia Experiências

#TurismoMacabro: as Histórias Mal-Assombradas de Edimburgo

Você sabia que a cidade de Edimburgo, na Escócia, é considerada uma das mais mal-assombradas da Europa? Com um passado cheio de histórias macabras, um dos fortes atrativos turísticos do local são os tours temáticos para quem não tem medo de se aventurar em uma experiência sombria. Separei então alguns locais com curiosidades macabras para você entender o porquê dessa fama e quem sabe colocar no seu roteiro.

MARY KING’S CLOSE

Durante o surto da Peste Negra em Edimburgo, as famílias atingidas pela doença ficavam de quarentena em suas casas, em Mary King’s Close. Os boatos que correram a cidade é de que o governo construiu um muro para isolar os habitantes da região, condenando-os à morte. Por muito tempo o beco ficou fechado, mas hoje em dia é aberto para visitações. Diz a lenda que é possível presenciar atividades sobrenaturais na viela. Uma das histórias mais famosas é a de “Annie”, o fantasma de uma menina de 5 anos que perdeu sua boneca e perambula por lá. Muitos turistas, inclusive, levam presentes a ela durante a visita ao beco. Em 2001, o psicólogo Richard Weiseman liderou, em Edimburgo, pouco mais de 200 voluntários em uma das maiores investigações científicas de atividade paranormal já realizadas. Quase 50% dos voluntários, mesmo sem conhecimento prévio, relataram ocorrências sobrenaturais como queda abrupta de temperatura, vultos, sensação de toque físico entre outros. Hoje em dia, o beco é um dos pontos turísticos macabros mais visitados de Edimburgo.

crédito: Google Images

CASTELO DE EDIMBURGO

O Castelo de Edimburgo, localizado no topo de um vulcão extinto, é considerado o mais mal-assombrado da Escócia. Já apareceu, inclusive, na lista dos 10 lugares mais assustadores do mundo! De fato, o castelo foi abrigo de prisioneiros de guerra e suas masmorras foram palco de mortes cruéis. Muitas bruxas foram julgadas e queimadas por lá, no século 16. A cidade antiga de Edimburgo possui diversos túneis subterrâneos e um deles liga o castelo à Royal Mile, avenida principal. Diz a lenda que um gaiteiro foi enviado para explorar os túneis, logo quando eles foram descobertos. Durante o caminho, ele foi tocando sua gaita para ser rastreado com facilidade, até que a música parou. Uma busca foi feita, mas ele nunca foi encontrado. Dizem que seu espírito continua por lá e que sua gaita pode ser ouvida por quem se arrisca a explorar os túneis ou até por quem passa pelas ruas acima deles.

crédito: @marieraya

SOUTH BRIDGE VAULTS

As famosas Caves de Edimburgo são um sistema de câmaras e túneis subterrâneos abaixo dos arcos que sustentam a South Bridge, construção de 1780. Por muito tempo, os locais eram habitados por prostitutas, traficantes e pessoas bem pobres. Existem histórias de que uma dupla de serial killers mataram 16 pessoas e venderam seus cadáveres para professores de medicina usarem nas aulas de anatomia. Reza a lenda que muitas almas circulam pelos porões, há quem acredite e quem não. Os tours noturnos por essa região duram em torno de 2 horas e custam em torno de 16 libras.

crédito: Google Images

THE WHITE HART INN

Conhecido como um dos pubs/bares mais antigo de Edimburgo, o White Hart Inn tem diversos relatos de situações estranhas já presenciadas por seus donos e funcionários. Um dos mais comuns é a aparição de uma sombra na adega e a movimentação misteriosa de seus barris, sem nenhuma explicação. Outro relato é que as mangueiras dos cilindros de gás que abastecem as torneiras de cerveja já foram encontradas desconectadas diversas vezes, sendo que para isso é necessário o uso de ferramentas pesadas. Sons estranhos também já foram presenciados tanto na adega quanto na câmara fria do pub.

crédito: TripAdvisor

BANSHEE LABYRINTH

Partes desse outro pub de Edimburgo foram construídas nas câmaras subterrâneas da cidade. Diz a lenda que um dos espíritos que assombra o local é o Banshee, uma entidade feminina conhecida na cultura celta como mensageira da morte. A história conta que trabalhadores que reformavam o bar ouviram um grito ensurdecedor vindo de suas câmaras. Momentos depois um deles recebeu uma ligação dizendo que um familiar havia morrido. Existem também boatos de bebidas voando das mesas e quebrando nas paredes.

crédito: TripAdvisor

GREYFRIARS KIRKYARD

O famoso cemitério de Edimburgo, conhecido também por ser onde J.K. Rowling andava quando se inspirou no nome de alguns personagens da saga Harry Potter, abriga o mausoléu de George Mackenzie, um juíz responsável por diversas execuções no século 17. Dizem que o polteirgest passeia pelo cemitério. O mausoléu é considerado um local de forte atividade paranormal e existem relatos de mais de 150 pessoas terem desmaiado durante os tours pelo local e mais de 400 terem saído com roxos e arranhões supostamente feitos pelos fantasmas que perambulam por lá.

crédito: Google Images

THE LAST DROP

Antigamente a região de Grassmarket, na Old Town de Edimburgo, era palco de execuções públicas. Algumas histórias dizem que o pub The Last Drop era o local onde os condenados bebiam a última gota de álcool de suas vidas antes da execução. Outros dizem que o nome é na verdade uma homenagem ao fim dos enforcamentos. Na frente do bar existe um memorial com o desenho de uma forca, no chão da praça. Existe outra lenda que diz que o bar é assombrado pelo espírito de uma jovem irlandesa. Nos comentários sobre o bar no TripAdvisor, muitos turistas comentam sobre essas histórias.

crédito: TripAdvisor

Existem muitas outras histórias macabras que rondam a cidade de Edimburgo e existe uma infinidade de tours para quem gosta desse tipo de turismo, o famoso turismo macabro. Se você tiver interesse em saber mais sobre esses tours e seus preços, basta clicar aqui.

Me conta nos comentários se você gostou desse post! Ah, e não esquece de me seguir no Instagram: @marieraya. Eu sempre posto coisas legais por lá!

Instagram | Pinterest | Facebook

DAJANELABLOG

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: